Uma página sobre o eléctrico, de hoje e de ontem...
.Quem Tem Viajado

contadores web
   
.Mais sobre mim
.Pesquisar neste blog
 
.Posts recentes

CARREIRA Nº 28 - MARTIM M...

CARREIRA Nº 28 - GRAÇA - ...

CARREIRA Nº 28 - RUA DA C...

CARREIRA Nº 27 - CAMPOLID...

CARREIRA Nº 25 - R. ALFÂN...

CARREIRA Nº 25 / 26 - EST...

CARREIRA Nº 25 / 26 - EST...

CARREIRA Nº 24 - CARMO - ...

CARREIRA Nº 22 / 23 - S. ...

CARREIRA Nº 22 / 23 - S. ...

.Outras carreiras
Tags

todas as tags

.Arquivos

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Abril 2007

blogs SAPO
subscrever feeds
Quem Viaja
online
Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008
CARREIRA Nº 2 - RESTAURADORES - LUMIAR

Percurso da carreira:

 

Praça dos Restauradores, Avenida da Liberdade, Marquês de Pombal, Av. Fontes Pereira de Melo, Praça Duque de Saldanha, Av. República, Campo Pequeno, Entrecampos, Campo Grande, Alameda das Linhas de Torres, Lumiar (Estrada da Torre).

 

Os Locais:

 

Praça dos Restauradores

Horácio Novais

 

Av. Liberdade

Mário de Oliveira

 

Praça Marquês de Pombal

Judah Benoliel

 

Av. Fontes Pereira de Melo

Judah Benoliel
 

Praça Duque de Saldanha

Chaves Cruz

 

Av. República

DR

 

Campo Pequeno

Bobone

 

Entrecampos (viaduto ferroviário)

DR

 

Campo Grande (Oeste)

Arnaldo Madureira

 

Campo Grande (Norte)

DR

 

Alameda das Linhas de Torres

Artur Goulart

 

Lumiar (Estrada da Torre)

DR

 

 

 

Conduzido por Visitante às 22:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
5 comentários:
De * * Grilinha * * a 19 de Setembro de 2008 às 23:29
Mais uma viagem ao passado e ás memórias
De Visitante a 21 de Setembro de 2008 às 13:47
Olá, Grilinha

E ainda a procissão vai no adro.

(E já fervilha aqui uma outra ideia... que, confesso, não é original... e vai dar-me algum trabalho... mas vou executá-la aos poucos...)

Beijinho e continuação das melhoras do teu braço.
Visitante
De mariola a 27 de Setembro de 2008 às 13:08

Apesar de tudo, que bom é rever sítios e momentos, que me foram caros e e especialmente significativos.

Obrigado pela oportunidade que nos concede de amaciar a saudade...

Um abraço!

Vasconcelos
De Visitante a 28 de Setembro de 2008 às 14:34
Olá, Vasconcelos

Os tempos mudam, as cidades mudam (e exemplo disso mesmo são algumas das fotos que aqui vemos, de locais que hoje sofreram profundíssimas alterações).

O eléctrico acabou por ser "expulso" pelo Metro em todos aqueles eixos.

Mas não posso deixar de pensar que, na maioria dos casos, o eléctrico foi retirado das ruas e avenidas onde, precisamente aí, poderia circular em faixas próprias.

Ora, qualquer transporte que disponha de corredores exclusivos circulará muitíssimo mais rápido, o que provocará um aumento exponencial da sua velocidade comercial e, por consequência, da sua rentabilidade.

Mesmo tratando-se daqueles velhos eléctricos, com os seus "loucos" 30/40 kms/h de velocidade máxima...

Só que - e isto que eu vou escrever a seguir é da minha exclusiva responsabilidade, mas não posso deixar de o constatar... - acho muito estranho não se investir neste tipo de transporte, muito menos poluente e mais durável, criando condições para que o mesmo circule com rapidez.

Mas a questão talvez seja esta: o eléctrico é MAIS DURÁVEL... E os autocarros sempre têm tendência para durar menos... e são mais poluentes... Logo, é maior a necessidade de os substituir, para o que se vai adquirir mais unidades... e depois mais... e depois ainda mais...

Pois... negócios...

E por aqui me fico...

Um abração
Visitante

De mariola a 29 de Setembro de 2008 às 15:44

Concordo em absoluto consigo.

Agora mais do que nunca, se justificaria a reimplantação dos "Amarelos", mesmo que lhe quisessem mudar o nome e o anexim!

Um abraço.

Vasconcelos

Comentar post